Contato: (48) 3411.5660 - (48) 3437.7710





Notícias

Bom profissional faz diferença

Por mais que sistemas sofisticados possam auxiliar na recuperação de dívidas, continua sendo fundamental para o sucesso neste campo a atuação de equipes bem treinadas, que não se limitem a tentar cobrar, mas sim tenham uma verdadeira obsessão por trazer o dinheiro de volta para a empresa.
 
A análise foi feita na sede do SINFAC-SP na última quarta-feira (31/10), pelo consultor Ernani Desbesel, ao ministrar o curso “Gestão de Cobrança”, durante o qual apresentou os principais fatores relacionados ao êxito de uma atividade vital para toda factoring e securitizadora.
 
Intensificado nos últimos anos, em função da crise econômica, o ato de cobrar é resumido por ele como algo 100% focado no resultado, onde a agilidade pode representar a diferença entre sucesso e fracasso.
 
“Não se deve cobrar nos primeiros dias após o vencimento, mas sim logo na manhã seguinte”, exemplificou o especialista em fomento comercial, frisando também a importância de se conversar com o credor, ao invés de apenas mandar um boleto atualizado por e-mail.
 
Atitudes simplesmente tarefeiras, ou então a massificação da cobrança, ele considera inócuas, pois representam quase sempre o mero desejo de se livrar de um trabalho, e não o de atuar realmente como gestor de um processo, visando o retorno de recursos a princípio perdidos.
 
Contudo, o professor advertiu que “cobrança não faz milagre”, pois seu êxito também decorre do plantio feito pelas áreas comercial e de aprovação de crédito, cuja qualidade é determinante para diminuir a inadimplência e, até mesmo, facilitar a recuperação de valores quando a insolvência se torna inevitável.
 
Depoimentos
 
Para Adriano Andrade, assistente de cobrança da Quallycred, o curso veio a calhar, pois ele está assumindo agora essa nova função, após nove anos atuando na área de TI dessa empresa de Tatuí.
 
Seu interesse prioritário na programação foi a parte jurídica, na qual reconhece estar precisando de atualização. “É sempre bom estar atento para não infringir a lei na hora de cobrar”, justificou.
 
Quanto à sinergia existente entre cobrança e informática, ele também não tem dúvida. “Embora aqui hoje tenha sido mostrada toda a importância do contato humano na atividade, rotinas bem informatizadas são fundamentais para a realização de pesquisas e até mesmo a preparação de uma cobrança”, argumentou.
 
Assistente de cobrança da paulistana Continental Banco, Bárbara Menezes está há um ano na área e também achou interessante participar da atividade, “que foi muito abrangente, abriu bastante a nossa visão”, reconheceu.
 
Sua maior dificuldade, porém, não tem sido propriamente a falta de pagamento por parte dos sacados, mas sim receber os títulos cujas mercadorias sequer foram entregues.
 
“Quando surgem fraudes assim, fica difícil mandar para protesto, por causa da falta de um telefone de contato e até mesmo endereço válido para se procurar. Porém, nos casos em que o cliente realmente quer pagar, sempre é possível fazer isso em cartório ou com a ajuda de uma prorrogação”, constatou.
 
Fonte: Reperkut
 
https://www.sinfacsp.com.br/noticia/bom-profissional-faz-toda-a-diferenca-na-cobranca

 



Belluno Factoring Voltar